• Raphael Dias

Nova York: The Noguchi Museum

Um lugar que toca alma. Essa é a melhor definição para o The Noguchi Museum que, em meio a tantos museus e galerias de arte que Nova York abriga, se destaca pela elegância e pela quietude. Foi fundado e desenhado pelo artista nipo-americano Isamu Noguchi (1904–1988) que é conhecido por seu domínio de formas esculturais (e por suas icônicas luminárias Akari, que se tornaram fixações do design de iluminação).

O museu foi aberto pela primeira vez ao público em 1985, e fica localizado no Queens, mesma região do MoMA PS1, Socrates Sculpture Park, Sculpture Center, e do Museum of the Moving Image. O espaço passou por uma renovação de três anos, concluída em 2004, que ajudou a estabelece-lo como um dos santuários mais agradáveis ​​da cidade. 

Esse mês tivemos o prazer de visitá-lo e é uma experiência ímpar, com espaço de galeria em dois andares, além de um sereno jardim de esculturas ao ar livre. O Museu exibe uma coleção incomparável do trabalho de Noguchi e oferece programação com artistas contemporâneos e programas públicos, conta com uma Loja de Museus e um Café que trazem os projetos de iluminação e móveis de Noguchi, além de livros e presentes.


Desenhado em um prédio industrial o cenário complementa perfeitamente a obra de arte, o que contribui para uma experiência meditativa muito distante da atmosfera agitada de Manhattan. São 13 galerias, nas quais o artista trabalha com materiais como pedra, metal, madeira e barro. Nas galerias do primeiro piso estão distribuídas esculturas de granito e basalto sólidas e abstratas em salas brancas e uma sala de concreto parcialmente aberta para o céu, tudo sob a curadoria do próprio Noguchi, e são exposições permanentes.

O nível superior contém obras de arte adicionais da coleção permanente, bem como exposições temáticas temporárias relacionadas com a produção e influência artística de Noguchi. Através de programas educacionais e cursos públicos, o museu também oferece acesso aos extensos arquivos dos artistas, incluindo seus registros, correspondências, manuscritos e fotografias, oferecendo uma visão rica e contextualizada do trabalho de Noguchi e sua influência duradoura na cultura contemporânea,

A parte externa do museu é uma viagem a parte. Esculturas em meio a um jardim maravilhoso criam um espaço altamente contemplativo. As esculturas misturam formas geométricas com a irregularidade das pedras brutas e nos fazem querer admirar cada detalhe, e a vontade que dá é passar o dia ali, observando tudo, menos o tempo passar.





Onde: 9-01 33rd Rd, Queens, NY 11106, EUA

Quando: Quarta, quinta e sexta: das 10h às 17h. Sábado e domingo: das 11h às 18h. Fechado segunda e terça.

*Horas prolongadas na primeira sexta-feira do mês, de maio a setembro, das 17h às 20h, com entrada gratuita durante todo o dia.O Museu está fechado no Dia de Ação de Graças, no Natal e no Ano Novo.

Nas redes:

  1. Website The Noguchi Museum

  2. Facebook The Noguchi Museum

  3. Instagram The Noguchi Museum

Fotos: Raffaele Asselta e Raphael Dias

Captura de Tela 2020-12-10 às 11.20.07.
Captura de Tela 2020-12-10 às 11.20.15.

No dia-a-dia de todo viajante faz parte da experiência observar ao seu redor, seja na hora de tomar um café, ler um livro, apreciar uma arte, comprar um objeto ou mesmo deitar para dormir.

As cidades de todo o mundo escondem pequenas jóias que valem ser divididas, e quem sabe um dia conferir. O blog Diária nasceu da vontade de divulgar com curadoria esses lugares que além da qualidade em seus serviços, apresentam design diferenciado e inspirador.

  • Instagram
  • Preto Ícone Spotify
  • Facebook

blog diária

© DIÁRIA | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - 2017

  • Facebook
  • Instagram