top of page
  • Foto do escritorCasa Diária

Rio de Janeiro: Sítio Burle Marx

Quando vemos um jardim do Burle Marx, já podemos sentir como se estivéssemos mergulhando no seu universo. Mas ao visitar o Sítio Burle Marx esse mergulho é profundo. Nesse espaço foi onde ele viveu seus últimos vinte anos de vida, realizando seus experimentos botânicos e artísticos no seu ateliê, em Guaratiba, Rio de Janeiro.


Roberto Burle Marx (1909 – 1994) foi paisagista, arquiteto, desenhista, pintor, gravador, litógrafo, escultor, tapeceiro, ceramista, designer de joias, decorador, colecionador e sempre com seu estudo baseado na paisagem natural brasileira.



Durante a visita guiada, que dura em torno de 1 hora e 30 minutos, é possível caminhar e admirar a exuberância dos jardins criados por ele, que são verdadeiras obras de arte, uma das maiores coleções de planta do mundo. A propriedade foi comprada por ele em 1949 e gradualmente foi se tornando sua residência, e em 1984 ele doou para o Estado.



A visita na casa se inicia na entrada pela sala, com uma mesa grande envolvida em uma toalha pintada a mão por ele. Seguindo para o quarto onde dormia, seu banheiro, sua cozinha, onde é até possível destacar de um bloco impresso receitas que ele costumava fazer por lá, adorava cozinhar e receber amigos.



Ele tinha apreço por coleções: arte popular brasileira, arte sacra, vidros e itens da vida marinha. Mas a coleção mais especial é a de cerâmicas brasileiras, entre figuras e vasos, para a qual fez uma sala exclusiva e separada da casa, tamanha a quantidade, e com o teto todo desenhado a mão por ele.



Ao caminhar mais pelos jardins, chega-se ao seu ateliê, um galpão espaçoso com uma imensa tapeçaria, além de esculturas nas maiores escalas que já produziu.


Cada minuto por lá é inspiração pura!


Para saber mais:


Estrada Roberto Burle Marx, nº 2019 - Barra de Guaratiba - Rio de Janeiro/RJ

Horário de funcionamento das visitas (somente agendadas)

Terça a sábado (exceto feriados), às 9h30 e 13h30.

*horários sujeitos a alteração

Para visitar é preciso reservar online nesse site, e pagar em dinheiro o valor da entrada quando chegar no local.



Texto: Raphael Dias

Fotos: Raphael Dias e Raffaele Asselta


Comentarios


skyline de são paulo
Imagem do museu noguchi
Captura de Tela 2020-12-10 às 11.20.15.

No dia-a-dia de todo viajante faz parte da experiência observar ao seu redor, seja na hora de tomar um café, ler um livro, apreciar uma arte, comprar um objeto ou mesmo deitar para dormir.

As cidades de todo o mundo escondem pequenas jóias que valem ser divididas, e quem sabe um dia conferir. O blog Diária nasceu da vontade de divulgar com curadoria esses lugares que além da qualidade em seus serviços, apresentam design diferenciado e inspirador.

  • Instagram
  • Preto Ícone Spotify
  • Facebook

blog diária

bottom of page